terça-feira, 9 de junho de 2009

A escola trabalhando a agressividade

Também fui questionada pelo tutor Gérson em relação ao que a escola pode fazer para combater atos agressivos e no momento relatei um projeto que estamos trabalhando na nossa escola sobre sentimentos. Este projeto foi pensado justamente como uma maneira de combater a ríspidez, o preconceito com que as crianças se tratam. Iniciamos com uma reflexão acerca dos sentimentos que podemos ter em nosso coração, tanto os positivos como os negativos e semanalmente trabalharemos um sentimento de acordo com as necessidades e interesses de nossos alunos. Temos o mural dos sentimentos onde serão expostos os trabalhos realizados por todas as turmas da escola, apresentações do que foi trabalhado nas turmas para integrá-las. Esta semana trabalhamos o sentimento da amizade, por exemplo, e passamos em todas as turmas levando cartinhas para os colegas com mensagens diversas, inclusive pedidos de desculpas e cantamos a música: amigo do Roberto Carlos. Foi uma experiência muito significativa, os alunos estiveram envolvidos, realizaram as atividades com entusiasmo. a reflexão acerca desses sentimentos serão retomedas sempre que se fizerem necessárias. Acredito na necessidade de uma humanização na escola acerca de valores como o respeito, a amizade, a honestidade, a valorização a si mesmo e do próximo para que tenhamos uma sociedade mais pacifica e fraterna, pois, muitas vezes a famíia não tem estrutura e muitas vezes não propicia isso aos seus filhos que se tornam vítimas de todo tipo de aprendizagens na rua.

Um comentário:

Simone disse...

Oi Márcia, com certeza essa tua postagem enriquece as reflexões anteriores, pois aproxima a tua prática com a teoria que estás estudando. Abração, Sibicca